Notícias locais

28 de julho de 2020

CNC cria grupo de trabalho para analisar propostas de reforma tributária


Para o presidente José Roberto Tadros o País precisa de um sistema de impostos mais racional e menos oneroso

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) criou um grupo de trabalho para analisar as propostas de reforma tributária em discussão no Congresso, às quais se juntou na semana passada a que foi apresentada pelo governo.

O grupo é liderado pelo presidente José Roberto Tadros e composto por diretores da CNC e técnicos com amplo conhecimento do assunto. “A reforma tributária é uma pauta com prioridade máxima para o empresariado brasileiro e para o País”, afirma Tadros. “O Sistema Comércio quer contribuir para que o Brasil finalmente tenha um sistema tributário mais racional e menos injusto e oneroso”, completou o presidente.

O grupo de trabalho da reforma tributária da CNC tem os seguintes integrantes: Ernane Galvêas, consultor econômico da Presidência da Confederação;  Valdeci Cavalcante, 1º vice-presidente da CNC; Leandro Domingos, vice-presidente Financeiro; Abram Szajman, Francisco Maia, Antonio Florencio Queiroz e Marcos Lameira, diretores; Roberto Nogueira Ferreira, também consultor da Presidência da CNC; Simone Guimarães, secretária geral; Alain Mac Gregor, chefe da Divisão Jurídica; Nara de Deus, chefe da Divisão de Relações Institucionais; Patrícia Duque, chefe da Divisão Sindical; o economista da CNC Fabio Bentes; Antonio Carlos Borges, da Fecomércio-SP; e os consultores externos Everardo Maciel, ex-secretário da Receita Federal, Mary Elbe Queiroz, Doutora em Direito Tributário, Gilberto Alvarenga e Eduardo Almeida.

Voltar para Notícias