Notícias locais

16 de outubro de 2018

Dia do lixo eletrônico é comemorado com descarte correto de resíduos


Em comemoração ao Dia Internacional do Lixo Eletrônico, Movimento Greenk convoca a população a realizar o descarte correto nos coletores localizados nos parques da cidade. Brasil é o sétimo maior produtor de e-lixo do mundo

 

No dia 13 de outubro, o mundo celebrou o Dia Internacional do Lixo Eletrônico (International E-Waste Day). Uma iniciativa criada pela WEEE Forum (Associação Europeia de Recuperação de Equipamentos Elétrico e Eletrônicos), organização sem fins lucrativos que reúne diversas associações em todo o mundo. Para comemorar a data no Brasil, o Movimento Greenk, criado para conscientizar e mobilizar a sociedade para o descarte correto do e-lixo, está convocando a população para realizar seu descarte em um dos 15 pontos públicos de coleta de e-lixo, localizados nos principais parques da cidade, na sede da Prefeitura e na Secretaria do Verde e do Meio Ambiente.

A iniciativa conta com o apoio do Principado de Mônaco, da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da cidade de São Paulo (SVMA) e da GREEN Eletron, entidade fundada pela Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica) para promover a Economia Circular dos eletrônicos no Brasil. A GREEN Eletron é associada ao WEEE Forum.

E-lixo, um desafio planetário

Segundo dados do WEEE Forum, em 2018 o mundo deverá gerar 50 milhões de toneladas de e-lixo. Estima-se que metade deste total seja composto de lixo eletrônico doméstico, como computadores, monitores, smartphones, tablets, teclados e acessórios em geral, entre outros. Segundo a ONU, o Brasil é o segundo maior produtor de e-lixo das Américas e sétimo no mundo, com 1,5 milhão de toneladas/ano. Enquanto 20% do e-lixo global é reciclado por ano, no Brasil o cenário é ainda pior: apenas 3% são descartados corretamente, o que significa sério riscos de contaminação para o meio ambiente.

Para começar a mudar este cenário, o Movimento Greenk e o Principado de Mônaco (país, reconhecido internacionalmente por apoiar diversas causas sustentáveis), em parceria com a SVMA, instalaram este ano 13 pontos públicos de coleta de lixo eletrônico nos principais parques da cidade, além de dois em prédios públicos. Em pouco mais de três meses, os coletores públicos já receberam mais de 3,6 toneladas de e-lixo.

Todo o e-lixo coletado é recolhido e transportado por empresas certificadas e destinado para os Centros de Recondicionamento de Computadores (CRCs). Lá, as peças em condições de uso são reaproveitadas em novos computadores remanufaturados, enquanto as peças fora de uso seguem para empresa ambientalmente certificada que transformam em matéria-prima para a indústria.

Confira a relação dos pontos públicos de coleta na cidade de São Paulo:

1) Parque Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Portão 3

2) Parque Trianon – Rua Peixoto Gomide, 949

3) Parque Prefeito Mario Covas – Avenida Paulista, 1853

4) Parque da Independência – Avenida Nazareth, s/n

5) Parque do Chuvisco – Rua Ipiranga, 792 – Jd. Aeroporto

6) Parque Lina e Paulo Raia – Rua Volkswagen, s/n

7) Parque Buenos Aires – Av Angélica, 1.500

8) Parque do Povo – Av. Henrique Chamma, 420

9) Parque da Aclimação – Rua Muniz de Souza, 1.119

10) Parque Burle Marx – Av. D Helena Pereira de Moraes, 200

11) Parque Piqueri – R. Tuiuti, 515

12) Parque do Carmo – Av. Afonso de Sampaio e Sousa, 951 – Itaquera

13) Parque Vila Guilherme /Trote – Rua São Quirino, 905

14) Sede da Prefeitura de São Paulo – Viaduto do Chá, 15 – Centro

15) Prédio da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente – Rua do Paraíso, 387

Voltar para Notícias