O ministro da Economia Paulo Guedes visitou, nesta segunda-feira (6), a sede da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), em Brasília (DF). Ele foi recebido pelo presidente José Roberto Tadros, pelo vice-presidente financeiro, Leandro Domingos, e pela secretária-geral, Simone Guimarães.

Tadros entregou a Guedes o trofeu de participação na Conferência do Comércio Internacional e Serviços do Mercosul (CI21), realizada no dia 5 de novembro, no Rio de Janeiro. Na ocasião, o ministro participou por meio de videoconferência. Ele também recebeu de Tadros o livro do Conselho de Câmaras do Comércio do Mercosul e um kit de lembranças do Sesc/Senac.

O ministro parabenizou a CNC pelos 76 anos de representatividade junto aos setores que mais empregam no país. E destacou o protagonismo da entidade na retomada da economia. “Os setores do comércio, serviços e turismo mostraram a sua importância na pandemia. Hoje, eles mostram resiliência”, frisou Guedes. Para ele, o crescimento precisa continuar, mas com foco nos meios digitais. “O desafio à frente é não só os setores de comércio e serviços voltarem à toda força, mas voltarem dentro de uma nova dimensão digital. O comércio digital mostrou sua relevância na pandemia e segue mostrando que é capaz de crescer ainda mais”, destacou.

Por fim, Paulo Guedes fez uma avaliação do cenário econômico e parabenizou o presidente José Roberto Tadros pelo protagonismo à frente do CNC. “O Brasil deu uma demonstração de ser uma democracia madura. Como nossas instituições se aperfeiçoaram. Operacionalmente, conseguimos responder à pandemia. A economia já está se recuperando e essa engrenagem está voltando à carga, graças à ajuda de pessoas qualificadas, como o presidente José Roberto Tadros, que faz uma excelente condução da CNC ”, avaliou o ministro. “É sempre um prazer estar com ele, conversar com ele sobre os rumos da economia do Brasil. Estou seguro de que teremos dias melhores à frente”.