Notícias locais

10 de janeiro de 2022

Pix é utilizado por 86% dos pequenos negócios, diz Sebrae


A maior penetração aparece entre as academias de ginástica e os serviços de alimentação, com 94% das empresas desses segmentos utilizando o sistema

Levantamento realizado pelo Sebrae, em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), aponta que o Pix já é utilizado por 86% dos pequenos negócios. Em agosto, pesquisa semelhante mostrava que os adeptos desse sistema de pagamento eram 77%.

A opção pelo Pix tem crescido entre empresas de menor porte porque o sistema é mais ágil e envolve menos custos que as maquininhas de cartão, segundo Carlos Melles, presidente do Sebrae. “É um sistema que não onera o consumidor, mais barato que uma taxa de cartão e que pode ser usado 24 horas por dia”, ressalta.

Quando dividido por porte, os microempreendedores individuais (MEI) estão um pouco à frente dos donos de micro e pequenas empresas. Entre o primeiro grupo, 87% já fizeram a adesão, contra 85% do segundo.

Já quando analisadas as atividades mapeadas pela pesquisa, estão empatadas, em primeiro lugar, entre as que mais utilizam o Pix, as academias e os serviços de alimentação, com 94% dos empreendedores aceitando essa modalidade, seguidas pelas oficinas e empresas ligadas à beleza, com 93%.

As atividades que menos aderiram foram as ligadas aos serviços empresariais (71%) e energia (79%).

Desde que ele foi criado, há pouco mais de um ano, já foram realizadas mais de 1,2 bilhão de transações por meio do Pix que movimentaram R$ 623 bilhões.

 

Fonte: Diário do Comércio

 

Voltar para Notícias