Notícias locais

17 de março de 2022

Presidente da CNC comenta adiamento da Votação da PEC 110/2019


O presidente da CNC, José Roberto Tadros, reforçou o posicionamento da entidade a respeito da PEC 110/2019 e comentou o adiamento da votação da matéria. Caso a proposta do relator seja aprovada na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), haverá aumento de tributos ao setor de serviços, prejudicando milhares de empresas e milhões de trabalhadores. “O Brasil precisa de uma reforma tributária. É consenso. Mas a PEC 110/19, do jeito que está, vai inviabilizar milhares de empresas do setor de serviços. Alguns segmentos terão a sua tributação elevada em até 200%! Não há como sobreviver. O adiamento da votação da proposta na CCJ do Senado mostra que os parlamentares estão sensíveis ao tema e à potencial perda de empregos e renda da população”, diz Tadros.

 

Voltar para Notícias