Notícias locais

2 de fevereiro de 2022

Vendas do varejo paulistano crescem 12,3% em janeiro, na comparação interanual


Segundo a ACSP, no início de 2021 o comércio da cidade de São Paulo enfrentava restrições por causa das medidas de controle da pandemia, o que explica a alta expressiva

As vendas do varejo da capital paulista aumentaram 12,3% em janeiro, na comparação com igual mês de 2021. A informação faz parte do Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), divulgado nesta quarta-feira, 2/02.

O resultado, de acordo com análise de Marcel Solimeo, economista da ACSP, está diretamente relacionado com o fim das restrições às atividades econômicas. Vale lembrar que o comércio ficou parcialmente fechado e limitado em seu atendimento ao público ao longo dos três primeiros meses de 2021.

“No ano passado ainda havia incertezas por causa da covid e o comércio passava por restrições. Este ano, o cenário já é diferente”, diz o economista.

A ACSP também aponta que a Sampa Week, semana de promoções do comércio paulistano, ajudou a estimular as vendas de início de ano. O evento aconteceu entre os dias 22 e 30 de janeiro. No ano passado, nesse período, parte do comércio estava fechada.

O destaque em janeiro ficou com as vendas à vista, que cresceram 18,2% comparadas àquelas de igual mês do ano passado. Já as comercializações realizadas a prazo avançaram 6,4%. A média dessas duas modalidades de vendas resulta na alta interanual de 12,3%.

Apesar das restrições ao comércio terem ficado para trás, o cenário macroeconômico atual preocupa, pois é pior do que o enfrentado em 2021. Este ano começa com inflação superando os 10% e os juros em 9,25% ao ano, o que torna o crédito mais caro.

Tudo isso tem impacto na confiança do consumidor. O Índice Nacional de Confiança (INC) da ACSP tem variado entre 74 pontos e 75 pontos nos últimos seis meses, abaixo do patamar em que se encontrava em janeiro de 2021 (82 pontos). Confiança é fator importante na decisão de compra.

DEZEMBRO

O balanço da ACSP apontou queda de 39,7% nas vendas de janeiro quando comparadas às de dezembro de 2021. O resultado é normal, segundo a ACSP, uma vez que as vendas de dezembro são as mais relevantes para o varejo, impulsionadas pelos presentes de Natal e pela injeção do 13º salário pago aos trabalhadores.

ACUMULADO EM 2021

O ano passado terminou com alta de 12,1% nas vendas do comércio paulistano, segundo os dados da ACSP, o que colocou o desempenho do setor novamente no patamar pré-pandemia.

As vendas on-line tiveram papel importante no ano passado, ajudando o varejo a superar o período de restrições.

Fonte: Diário do Comércio

Voltar para Notícias